Páginas

Um dia feliz


O dia amanheceu chuvoso, mas logo o sol apareceu. Juca acordou e logo acordou seu irmão Jôca para o dia começar mais cedo. Foram no quarto dos pais e pularam em cima da cama acordando os pais com risos e cócegas. A mãe era de uma aparência  doce e amável, o pai refletia em seu rosto e gestos a segurança e a alegria de uma criança. A casa era amarela, de telhado alaranjado e flores na janela. No interior tudo era bem simples, mas aconchegante e quentinho. Não era necessário ter tudo, mas o pouco era suficiente e a felicidade ali morava. Foi um dia especial, um dia feliz e proveitoso. Os dois irmãos sentiram uma alegria tão grande e eles sentiam o amor recíproco dos seus pais. E assim a noite chegou e eles foram dormir com a sensação mais prazerosa que já sentiram na vida...

E no dia seguinte, no jornal local, estava na primeira página, dois jovenzinhos de idade entre dez e onze anos, órfãos e moradores de rua foram encontrados mortos por terem consumido uma grande quantidade de cocaína.

Foto: DeviantArt

***

Novo layout e novo nome. Mudar é preciso, ainda mais quando é para melhor!
Mas porque "Intensa"? Porque sou bem sensitiva com palavras simples e ultimamente minha intensidade está a flor da pele, e isso é bom. E como o blog faz dois anos em fevereiro e eu sou um pouco apressada, resolvi adiantar logo a novidade que pra mim é muito boa. E daqui por diante, o que irei escrever concerteza será o meu melhor, espero que quem lê este simples blog goste :)

68 comentários:

Brenda Matos disse...

Uau.
Adorei o conto, lindeza.

Beijos :*

Taw disse...

Hum... complicado... mas eu não acho realmente que cocaína possa trazer alguma sensação desse nível. Mas sem dúvida ela dá prazer e mata.

Blog do Rasta disse...

Ótima novidade, ficou lindo :)))!!!
E eu aqui sempre ansioso esperando seus escritos e parecendo uma tiete falando o quanto eu te admiro quando eles saem :D! /o/
VIVA!!!

HSLO disse...

Adoro essa intensidade; Gostei do novo formato do blog.


abraços

Hugo

A Magia da Noite disse...

a mudança sempre nos dá novas esperanças.

- gabs, disse...

Nossa. amei!
Amei o layout tbm. To louca por um assim D':

Beeeijos, ótima semana à voce. Estou te seguindo.

Jakeline Magna disse...

Singelo seu blog, adoreiiii....

Paulo Braccini disse...

Agradecendo e retribuindo o carinho da visita ... uma viagem este passeio aqui por suas emoções ...

INTENSO tudo aqui ...

seguindo e linkando ... voltando sempre ...

bjux

;-)

Giovanna disse...

a Droga mata.

James Pimentel disse...

Eu fiquei sem palavras com esse final. Infelizmente é o que acontece com essa tal sociedade =/
obg pela visita, aparece sempre lá, bjs!

Mateus Araujo disse...

oloco... que trágico... mas as vezes é preciso mesmo mostrar esses constrastes pra enchergarmos a realidade..
foda ='/

boa escrita nêga
*_*

saushua

BEeeeeijoo ♥

Desirée disse...

nooossa!!

me arrepiei!
parabéns!

bjinhos :)

Larissa disse...

Mesmo com felicidade, eles nunca escapam às realidades da vida. Uma pena.
Adorei a maneira como a sua intensidade passa à nós, leitores, a realidade nua e crua. Com certeza voltarei mais vezes.

Um beijo.

Amanda O. disse...

Como diria Caetano: "E a manhã nasceu azul..."

Um beijo e obrigada pela visita.

Myrella Andrade disse...

Nossa,me surpreendeu de verdade =O
haha
também vou voltar ;)
beijos!

FatoSempalavras. disse...

Mostras o caminho sem dar o chão. Tens a razão em cada palavra dita, mas evita expor todas as sentids. Sublime. Adorei.

Se puder entre em nossa comunidade, pf. – Sim, esta também pertence à ti já que escreves.

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=96229629

carlo.lagos@hotmail.com

Incontáveis abraços.

FatoSempalavras. disse...

Mostras o caminho sem dar o chão. Tens a razão em cada palavra dita, mas evita expor todas as sentids. Sublime. Adorei.

Se puder entre em nossa comunidade, pf. – Sim, esta também pertence à ti já que escreves.

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=96229629

carlo.lagos@hotmail.com

Incontáveis abraços.

FatoSempalavras. disse...

Mostras o caminho sem dar o chão. Tens a razão em cada palavra dita, mas evita expor todas as sentids. Sublime. Adorei.

Se puder entre em nossa comunidade, pf. – Sim, esta também pertence à ti já que escreves.

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=96229629

carlo.lagos@hotmail.com

Incontáveis abraços.

Nana disse...

LInda, fico muito grata pela sua visita no meu blog... estou fuxicando o seu...hahaha...
ja estou te seguindo...bjoo

Li... disse...

Pois é, essas coisas que acontecem nas vidas das pessoas... parece que nunca podem ser perfeitas por muito tempo. Ah, parabéns desde já pelo aniversário do blog.

Ausência Instável disse...

Para essa realidade é apenas um caminho: "O FIM".


Estou retribuindo a sua grande visita ao meu BLOG, e agradeço muito pelas palavras.

Volte sempre tah?
Seja bem VINDA
E um beijao!

Mitsuyia disse...

Muito obrigada por ter passado no meu blog....

Ps:tenho um blog sobre musica coreana...se quizer dar um pulinho lá...
http://ilovedkoreanmusic.blogspot.com/

Diogo S.Campos disse...

Ná,
Garota, adorei o blog.

Seu texto é dos meus favoritos, adoro esse estilo,
e a maneira como termina... uaw, é como se uma lâmina cortasse meus dedos. (isso é um elogio)^^ haha

Obrigado pela visita, vou acompanhar seu blog sem dúvida.
Estou seguindo.

Beijos
Diogo S.Campos

gabriela m. disse...

ah tá.
vi o ná lima e achei que já te conhecia, cheguei aqui e vi um intensa, não te conhecia.
vc me confundiu por um instante hihi.

eu sempre apoio as mudanças
bj

Tays Esquivel disse...

Olá, conterrânea dos doces dedos.
Gostei tanto daqui, quanto tu dizes que gostou de lá. Há uma doçura nos ares, uma calmaria das letras e uma paz nas palavras. Me dá vontade de ler mais e mais.
Lindo conto, profundo e verdadeiro. Por mais que isso seja triste, de fato.

Continuarei aqui também.
Um cheiro.

João disse...

Gostei!
:)

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

o bom no texto e a mistura da tragédia, com a poesia e tudo isso recheado pela cronica de uma vida incerta...
abraços

Olga disse...

muito bom o texto. expressa realidade.

disse...

Realmente intenso.

Adorei.

Rayanne disse...

Estou retribuindo a visita que fez ao meu blog há muuuito tempo atrás, mas só pude vir agora pois estava bastante ausente ! Voltei a ativa na área de blogs !
Gostei do seu conto, chocou-me !
muito bom o blog, voltarei mais vezes ;)
beeijinhos e sucesso

Marie disse...

liindo teu texto, parabéns

Priscila Rôde disse...

Belo texto,
triste fim!

Adorei!

Beijos!

Élide Elen disse...

O texto está bem forte e marcante. Amei.
Beijos!

Bia disse...

Tu disse que ia voltar mais vezes, então segue? UHASUSHAUS
:)
Onde achou esse template? Lindo, lindo, simples e adoravel.
A imagem do banner de cima muda, né?
/bom,faleidemais...
xauzinh

Carolda disse...

Esperava tudo, menos esse final. Um texto tão lindo, leve, carregado de sentimentos belos... termina tragicamente. Triste.

Mudanças são dignas, assim como intensidade.
Um beijo

Deni Maciel disse...

e como diz a musik
a felicidade foi - se embora
=/
textualidade digna de grandes e promissores escritores
*-*
tdo bm por ai ?
aah participa da minha primeira promooção lá no meu blog ?
o premio num é lá 'grandis' coisa mas...
ótima quinta quase FDS.
e feliz dia da caneta hermafrodita...por fora é vermelha..mas quando vc escreve..sai tinta azul *-*

Fui...

Vanessa disse...

Primeira vez que venho no seu blog, é para dizer a verdade eu gostei muito, sabe?
O lay e show é o titulo é muito bacana, intenso ...
Sobre o texto ele me proporcionou dois sentimentos distintos um de alegria e paz, até o segundo paragrafo, concluo qu os dois meninos eram os mesmos que sonhavam com o dia feliz, então neste momento me senti triste e pensativa.
A falta de oportunidades, de esperança e de amor fazem as pessoas de mentes fracas a chegar a este ponto.
Em fim gostei de tudo por aqui, me visiita, te esperoo '

Gabriela S. * disse...

LINDOOOOOOOOO NOSSA,eu adorei to seguindo.SEI que nao escrevo tão bem quanto vc mas adoraria que passase no meu.
BEIJOS E SUCESSO;

Rafael disse...

Gostei, ficou bonito...
bjs

Agatha disse...

Não esperava por essa.. se drogas trazem sensações como esta, está explicado por que há tanto que as procuram.. não acho que valha a pena, é triste.
Um beijo, belo blog!

TIA AUGUSTA disse...

classe média morrendo é uma tragédia, classe pobre, uma fatalidade

Bia disse...

Segue o meu novo blog?
beatrizgomesdecastro.blogspot.com
Eu vou abandonar o Rabiscos de Sonhadora :(

Bia disse...

Segue o meu novo blog?
beatrizgomesdecastro.blogspot.com
Eu vou abandonar o Rabiscos de Sonhadora :(

Marcelo Novais disse...

Pessooooaaaaa
Passando aki super rapido pke to com pressa!
depois volto com mais calma ok?
Bjooos!

Lua disse...

Pelo menos eles morreram, isso não poder ser tão ruim quanto viver, pode?

Natália disse...

Seus posts mostram mesmo que tu tens estado bem intesa, rs.
Adorei teu texto, é triste, mas é a nossa realidade.. =/

Sandokan disse...

Às vezes é preciso abanar a árvore da existência para caírem as folhas velhas. Talvez seja por isso que eu não quero saber quem pintou o céu de azul, mas eu quero é o resto da tinta, porque nós podemos matar o tempo, mas é sempre ele que nos enterra.
Gostei muito de vir aqui visitar o teu belo espaço. No carácter, na conduta, no estilo, em todas as coisas, a simplicidade é a suprema virtude. O destino une e separa pessoas. Mas nenhuma força é tão grande para fazer esquecer pessoas, que por algum motivo um dia nos fizeram feliz!
Boa semana!

Duanny!. disse...

aláa!
que lindo... amei mesmo!

o Lay ta fantástico... tudo aqui é lindo, né?
hauahauahauahusa

Bia disse...

Segue meu novo blog??

beeijo:
beatrizgomesdecastro.blogspot.com

Daniela Filipini disse...

Nossa! Adorei!
Muito bom mesmo...

Diego Marques disse...

Adorei o conto... com certeza além de criativo é um alerta né!

Saudades d+

Marcelo Mayer disse...

fatalidade pq é pobre. tragédia quando é rico.

, dudiinha cazé disse...

ai, o texto chocou :#

disse...

Ameeeei. Muito triste, mas lindo lindo... E real, né? ): Beijo.

E.Suruba disse...

pobres garotinhos :(

Juliana Dias disse...

Muito bom o BLOG!!!!!!!!!!!!!!! ADOREI!

Bastante intenso, mesmo!!

p.s. estou seguindo!

Lipe Salles disse...

muito boa com as palavras *-*

gostei :)'

gabriela m. disse...

oi,
olha, na página do clarisse está disponível um endereço de e-mail para onde você deve enviar o seu e-mail, caso ainda queira participar do projeto cartas/caderno.

Na votação, o caderno ganhou por um voto, então não achamos justo colocar apenas essa opção,até porque teve gente que aclamou as cartas hahaha. Por essa razão, as duas opções estarão valendo assim que a gente pegar todos os endereços pra iniciar o nosso roteiro.

O link do blog está no meu perfil.
beijo.

Todo ralo da num Esgoto disse...

Gostei do seu Blog, texto profundo esse...meio q abalou.

blog que mexe mais com sentimentos..ao contrario do meu que eh mais pra humor...rs
mas eu adorei!

follow you!

Maldito disse...

Muito excelente,..(me refiro a suas considerações finais)
Inté!

Fernαndα disse...

nossa, qto comentário!
será q o meu vai ao menos ser lido?
rsrs eu sei q vai. mesmo com 300, a felicidade de receber um é maior q a preguiça de deixar ao léu.
:)

Fran.ciellen :) disse...

Ah, lindo Naah.
Como sempre, adoro tudo que você escreve.
Espero que essa "pequena" mudança seja uma demonstração de que você está melhor(ando)! :}


Saudade de você, de novo!
beijocas!

ps: aliás, eu amei a mudança.

Letícia Mariano. ღ disse...

Nossa... que lindo esse post, lindo, forte, e alarmante. É a nossa realidade, né? :/


Beeijos, sigo aqui.. ;)

Letícia disse...

Fiquei sem palavras... mas é o que acontece neh?
Beijo.

Fran.ciellen :) disse...

Te deixei recado em off no msn, o mesmo que a gabi m deixou aqui, rs: sobre as cartas e o caderno do 'clarisse'.

Apareça e participe, heein! :P
saudade.

Alex disse...

triste e real.

Adorei.

Walter Filho disse...

Caramba, fui logo lendo o post, nem reparei no layout nem que o nome do blog tinha mudado, se vc ñ tivesse citado...Desde já, parabéns pelo blog, e vou correndo mudar o nome do seu link no meu blog.;)

Jujis disse...

Nossa, um conto pequeno, porém lindo e marcante. Você retratou com poucas palavras o jeito dos meninos serem felizes, mas infelizmente do pior jeito.
Gostei muito. Beijo !