Páginas

O ladrãozinho de mangas

Ela estava lá no ultimo galho, brilhante, rosada e com um aroma hipnotizante. O garoto se perguntava, porque as melhores frutas ficam sempre nos galhos altos? Não iria ser fácil conseguir aquela manga, corria o risco de ser pego pelo dono da fazenda, levar um tremendo tombo e ainda ser abocanhado pelos cachorros. Uma missão que não era impossível, mas difícil e com certa precisão de tempo.
Cuidadosamente ele começou a subir pela mangueira, de galho em galho, alguns já velhos quebravam e ele escorregava, o suor do meio dia aumentava e o medo também. Até que um dos cachorros ao longe vinha latindo ao seu encontro, alguns centímetros o separava daquela linda manga que mais parecia uma jóia preciosa. A adrenalina aumentou, e em de fração de segundos ele conseguiu pegar aquela jóia e num pulo preciso, se esborrachou no chão protegendo com todo cuidado aquela preciosidade em suas mãos. Correndo aceleradamente até a cerca, com dois cachorros enormes que mais pareciam monstros e um homem gritando e correndo loucamente com uma carabina nas mãos atirando para o céu, como se quisesse que chovesse sangue. Em um milésimo de segundo, um daqueles monstros conseguiu lhe arrancar um pedaço de sua bermuda já surrada e por pouco não lhe arrancava uma banda das nadegas. Como o diabo corre da cruz, ele conseguiu passar pela certa de arames farpados sem se embaraçar e correr mais aliviado até sua casa na árvore.
O velho fazendeiro desolado, que há dias esperava ansioso por aquela linda manga amadurecer, e ver ela indo embora com aquela criança, e se lembrou de sua infância.

- Agora sei o que aqueles fazendeiros falavam quando eu já estava longe - sorriu- Eu ainda te pego seu moleque!

26 comentários:

Felipe Braga disse...

Nossa, muito bom!
É bom agarrar-se ao sonho, transformá-lo em realidade e sair ileso.
Parabéns.
Beijos.

Fran disse...

"Shuashuashuas
Gostei muito, pobre fazendeiro :)

Beeijão!

Bruno disse...

Que saudade de ler essas coisas boas. bj

Letícia disse...

shaushau
muito bom!
Beijooo

Luan Fernando disse...

É isso, sempre temos que correr atras dos sonhos. Mesmo que seja arriscado.

Teresa disse...

hehehe dizem que manga roubada é mais gostosa.

Giovanna disse...

Aventura x) LSPALSAPSL adorei

Yasmin disse...

Boa hisória, um dia da caça outro do caçador. Um dia era ele correndo hoje ele que perde. Adoro mangas...
:)

Amanda O. disse...

Oi, baby. Obrigada pela visita! Volte sempre :)

Elide Elen disse...

Huahuahua, coitado do fazendeiro!
Beijos!

Duanny!. disse...

Ah, isso foi encantador!
adoreei Ná..
lindo mesmo ♥

Claudinha disse...

Que fofo esse conto! rsrs Adorei! ;)


Bjos

João disse...

Deliciosa história.

LADY DARK ANGEL disse...

adoro contos
e vc escreve bm

Daniela Filipini disse...

Eles sempre dizem isso, os fazendeiros =)

- ana - disse...

contos simples do cotidiano e de cidadezinhas do interior... me lembrou os contos de drummond ^^
obg por passar no rabiscos sujos, gostei bastante do teu blog

;*

Deni Maciel disse...

hahahaa....pega ele q eu quero ver *-*
feliz dia da nossa senhora da labirintite.
mais conhecida como VAN NUZA
ótimo fds.
e não sou do senado, nem da câmara mas voltamos do recesso....
abraço

Atreyu disse...

É arriscar até a última ficha pra realizar os nossos sonhos. ^^
Isso são coragem e perseverança

Eu, Thiago Assis disse...

eu nunca estaria na pele desse garoto, mas não por medo dos cachorros, do fazendeiro ou de cair, mas simplesmente por não gostar de manga =D

pelo menos o fazendeiro foi humano no final ^^

Bruna Berri disse...

E as histórias se repetem...

Thaís C. disse...

Muito legal essa história. Também gostei que o fazendeiro tenha sido humano, afinal, ele fazia o mesmo que o garoto. kkk'
Lindo blog! Bjks :*

http://thaymoony.blogspot.com

Thaís A. disse...

Que linda historinha *-* Meu lembrou o Chico Bento, é. :B

Lua disse...

Ai que lindo!
Beijos:*

Maldito disse...

Daria um lindo conto infantil! Parabens!
Inté!

Walter Filho disse...

kkkkkkk..Ótimo, a velha história: Tudo oq vai volta! Pra mim: Quase tudo oq vai volta!;)

Larissa disse...

Hahah, mas ela, linda e rosa, estava segura com ele. :)